4 de Março - Centenário de Braz Pereira de Olivas

Posted by   on

4 de Março - Centenário de Braz Pereira de Olivas



Centenário de Braz Pereira de Olivas
O nome Braz Pereira de Olivas está intimamente ligado à história da cidade de Lorena. O intelectual de cultura aprimorada, caráter ilibado, leal em seus atos públicos, e sua modéstia peculiar conquistou os lorenenses por décadas. Nascido em Piquete, em 04 de março de 1914, radicou-se em Lorena, desde 1941. Casado com Alice Campos de Olivas e pai de sete filhos: Maria Cecília, Paulo Roberto, José Francisco, Ana Lúcia, Antonio João, Tereza Cristina e Braz Eduardo. Foi chefe da CMTC, da VASP, Vogal da Junta Comercial do Estado, Assessor da Casa Civil do Governador Abreu Sodré, jornalista e proprietário de dois jornais em Lorena,
(um deles marcou grande destaque na época, O Município). Vereador e Presidente da Câmara por duas vezes; Prefeito por três gestões; na primeira vez em 1945, como interventor nomeado. Na segunda vez, em 1947, devido sua ótima gestão, o povo o elegeu por via direta e, reeleito pela terceira vez em 1959. Em seu mandato, abriu duas das principais avenidas de acesso à Lorena, a Peixoto de Castro e a Thomaz Alves Figueiredo. Construiu as Escolas Arnolfo Azevedo, no bairro Industrial, a de Canas, a do bairro Santo Antonio, a da Cabelinha, a da Vila Passos, entre muitas, na zona rural. Também foi em sua gestão, a criação da Biblioteca Municipal “Sérvulo Gonçalves”, (meu patrono, na Academia de Letras) e mais duas bibliotecas, sendo uma em Piquete e outra junto ao Regimento de Itajubá. À frente de seu tempo, já preocupado com o Meio Ambiente, adquiriu para o Município, uma área de 150 alqueires, preservando o manancial de água da serra e, não mediu esforços de trazer a água potável para a cidade. Foi responsável pelo melhoramento do abastecimento de água na cidade, sendo homenageado por várias senhoras da sociedade lorenense, como Benemérito em 04 de março de 1956, que demonstraram sua gratidão ao prefeito por importante realização. E sobretudo, Braz Pereira de Olivas nos brindou com a saudosa fonte “Maria Cecília”, iluminada e eternizada em nossas retinas, mentes e corações. Onde a história de muitos casais começaram ali, sob jatos de águas coloridas, da fonte amiga tão querida. O Prefeito Braz Pereira de Olivas, merece mais que um busto, uma foto, num local de destaque, em sua memória, pelo legado que nos deixou. Ele e todos os lorenenses, merecem de volta a nossa Fonte querida!

Regina Rousseau

Nenhum comentário:
Escreva um comentários

Deixe seu comentário, será muito bem vindo!

Faça você também parte do Ponto e anuncie conosco - Ponto Sistema de Marketing
Receba nossas Novidades