História de três irmãos por Ruth Guimarães Botelho

Posted by   on

História de três irmãos


Ruth Guimarães Botelho

Um rei que tinha três filhos foi à guerra, montado no seu cavalo Branco, de penacho encarnado.  Venceu o inimigo, que lhe destruía as fronteiras, mas voltou para o seu reino cego.  Muitos médicos se apresentaram, mas nenhum conseguiu curar o soberano.  Então se apresentou um curandeiro que falou:

-          Majestade eu sei de um remédio.  Vossa Majestade manda buscar no reino da Pedra Fria, três coisas: uma pena do passarinho de ouro, um copo d’água da cascata de cristal e um ramo verde da árvore que canta.


O rei mandou seus filhos.  Os dois primeiros nunca voltaram. O mais novo teve mais sucesso.  Com a água da cascata de cristal orvalhou o chão do Reino das Pedras.  À medida que orvalhava aquele mundo de pedras, iam se levantando moços, crianças, velhos, e toda aquela gente dava gritos de alegria por estar ressuscitando.  E , felicidade maior para o príncipe, os irmãos desaparecidos também se levantaram do chão juntando-se à multidão que fugia das terras enfeitiçadas.  O príncipe foi molhar também a moça de pedra que o ajudou nessa empreitada.  Ela se levantou feliz e foi com ele pra o reino do rei cego.

O caminho dessa vez não tinha todos os perigos pelos quais passara, era uma estrada florida.

No palácio do pai, o príncipe molhou o ramo verde na água de cristal e sacudiu nos olhos do rei.  Pegou uma pena do pássaro dourado e passou sobre as pálpebras inchadas do cego...

O que aconteceu então?

Ah! Vosmecês escutem a fitinha, se faz favor....

Nenhum comentário:
Escreva um comentários

Deixe seu comentário, será muito bem vindo!

Faça você também parte do Ponto e anuncie conosco - Ponto Sistema de Marketing
Receba nossas Novidades